Untitled Document
 
    DICAS CONTATO LOCALIZAÇÃO
Data: 16/05/2008 Hora: 12:00:19
Empresário começou como engraxate na praça central
Desde os 16 anos, Nilton César Silva César não sabe o que é ter patrão. Hoje, com 58 anos, ele é proprietário da Radiadores 13, uma das empresas mais reconhecidas do segmento. Para chegar a isso, Nilton trabalhou. E muito.

Dos 8 aos 11 anos foi engraxate na praça Coronel Fernando Prestes. Por algum tempo chegou a ter duas jornadas de trabalho, quando teve a oportunidade de ser aprendiz em uma empresa de radiadores: à noite, ainda continuava entre graxas e sapatos, para complementar a renda da família, da qual era o mais velho de seis irmãos.

Nilton conta que tomou tanto gosto pelo segmento de radiadores que adotou como profissão e, aos 16 anos já trabalhava por conta própria.

Na década de 60 abriu definitivamente seu negócio, até hoje instalado na avenida General Carneiro.

O 13, número que o identificava como engraxate, foi adotado definitivamente como símbolo da trajetória e denominação da nova fase profissional. A identificação foi “dada” por um cliente, o empresário José Maria Alcoléa. “Por não saber meu nome, me chamava assim. E ficou”, conta Nilton.

Hoje, relembrando sua trajetória, Nilton é modesto ao afirmar que é um vencedor. “Fiz tudo o que pude. Mas meu time ainda está disputando. Faço o que gosto e isso é sempre um grande prazer”, justifica.

Dia do Trabalhador
O Dia do Trabalhador, além de feriado nacional, é momento de comemorações. Hoje começa em Sorocaba a 4ª Semana Municipal de Prevenção ao Trabalho, com exposição no paço. Já em Votorantim, há shows musicais na praça de eventos Lecy de Campos, das 14 às 22h.



Momento é favorável para geração de emprego, afirma especialista
Os trabalhadores de Sorocaba e região podem comemorar o bom momento na geração de empregos.

Para Maurício Micheletti, diretor executivo da Catho, consultoria de Recursos Humanos, entre os motivos da boa fase estão os programas das últimas administrações que desenvolveram a cidade, atraíram investimentos e aumentaram o mercado profissional.

Em 2003, quando a empresa de RH se instalou em Sorocaba, a média de vagas era de 1.200 por mês. Hoje a média é de 3.500.

Por outro lado, se há vagas, faltam profissionais qualificados. Além de dominar língua estrangeira, o trabalhador também precisa reunir qualificação técnica e saber se relacionar, tanto para conseguir um emprego, como para manter a colocação no mercado.

“Relacionamento é 90% do trabalho. É preciso saber trabalhar com todo tipo de pessoas, mesmo com as quais a gente não gosta”, garante.

Fonte: Bom Dia Sorocaba
 
     
Recomende
 
 
© 2009 Radiadores Treze. Todos Direitos Reservados.
Powered by
MitZitrone